sábado, 29 de março de 2014

Eu?

Enquanto estive no ônibus (olha as ideias, hahahaha) voltando da faculdade, andei refletindo bastante sobre tudo.

Eu até comentei no post anterior e no comentário de uma leitora que, quando nos vemos há uns... 5 ou 10 anos, nos sentimos meio (ou muito) idiotas com as coisas que escrevemos. Me questiono muitas vezes se é a mesma pessoa, ou melhor, se foi eu mesma que escrevi. Chega a ser hilário. Mas sei lá, confesso que me sinto aquelas adolescentes que não sabem exatamente o que querem da vida ou só sabem "aprontar" e depois choram as mágoas.
Aconteceu muitas coisas e tem vezes que não sei se dou risada ou choro (serei sincera que muitas vezes, choro), mas sinto que amadureci muito tarde... Ou não, né? Hoje em dia cada um tem uma visão, que fico até perdida.

Tenho aprendido muitas coisas, boas e ruins, e acredite: tudo isso em uma faculdade e na descoberta de novos (pouquíssimos) amigos e colegas de classe.
Tenho descoberto muitas coisas em muitas e muitas coisas vivenciei e pude trocar experiências com muitas pessoas. Talvez pareça conversa de "velho", mas acredite, não é. "Se descobrir" e me libertar de certos estereótipos me ajudou muito! Mudei bastante minha mentalidade e isso vem me ajudando conforme passando os dias (não são nem anos, e sim dias!). Ok, sei que não sou nem um pouco perfeita por causa disso e nem ninguém é.

Agora... Por quê motivos vim escrever isso? Não sei, apenas que estou curtindo um pouco desse meu novo "eu".

Até a próxima ~

sábado, 22 de março de 2014

Limpando isso aqui e de bobeira xD

Olááááá ~

Tava aqui de boas, enquanto o InDesign resolve tirar uma onda com a minha pessoa e estou sem tanta inspiração assim para o design do trabalho. Desisti e vim aqui, apesar que estava com intenção nenhuma de postar nada.


Mas já que estou aqui, resolvi dar uma limpa nos posts. Estava lendo alguns posts antigos e me senti meio "retardada" por assim dizer será que só eu tenho essa sensação? Hehe e3e e aí que resolvi apagar! De uns 150 posts, atualmente estou com uns 110. De fato só tinha algumas inutilidades, mas algumas coisa resolvi manter para ter uma boa lembrança, nem que seja bem besta, de como fui. Não sei, mas acho que no fundo, no fundo, tenho um certo apego ao passado e queria deixar registrado.
Resolvi até deixar tudo alinhado bonito, hoho apesar que estou sem tantas intenções de deixar todas as imagens do mesmo tamanho e tal, mas pelo menos acho que o texto deixarei mais "certinho" :D

Desde que iniciei o blog, foi como qualquer outra pessoa, apenas para postar o que quero. Uma escapatória da realidade para o mundo virtual. Quero continuar com isso, mas não viver disso (deu pra entender?).
Eu tenho enrolado bastante pra postar alguma coisa de como sou, tenho adiado ou feito de qualquer jeito (gente, sou preguiçosa, me perdoem xD). Lembro que de vez em nunca fazia uns reviews, mas adivinha? Apaguei todos também e não tenho mais intenção nenhuma de fazer e estou pensando em postar qualquer coisa... Menos reviews, hahaha! A menos que me dê alok'.
Apesar que estou tentando me afastar um pouco do mundo virtual, acabo sempre parando aqui inconscientemente quando preciso fazer um trabalho ou simplesmente entrar em alguma rede social (HÁ! Tenho conseguido entrar só quando necessário. WIN -q). Aqui é como um diário mesmo, e me sinto mais feliz tenho um cantinho assim.

De qualquer forma, dei uma rapa nas postagens, resolvi deixar os textos mais bonitinhos e postar mais coisas que dizem ao meu respeito e o que sinto. Quer dizer, espero que dê mais certo e que eu não faça tudo de qualquer jeito. e_x'


Até a próxima, pessoal!

sábado, 15 de março de 2014

Diminuindo o tempo da internet.

Olá, poucos alienígenas que aparecem! 8D
Bom, resolvi fazer um post que estava pensando há uns dias, não é um post desabafo, nem triste e nem nada de "oh, meu mundo vai cair!", não. É um post com algumas coisinhas que andei refletindo um pouco e creio que muitos já se sentiram assim também. Quer dizer, espero que eu não seja a única!

Andei notando que ando perdendo meu tempo demais na internet. Desde uma simples "stalkeada" em uns amigos atéééééééééé assistir vídeos aleatórios (muitas vezes eu repetia o mesmo vídeo). Fui repetindo esse ciclo e deixando eu mesma de lado. Tem uns fatores tristes que ainda não superei (e creio que não vou superar, não por frescura, mas sim porque me marcou muito mesmo), porém aos poucos tento controlar e mesmo assim, o único "refúgio" era a internet, na qual virava um mal necessário. Ou seja, o que era uma boa ferramenta, fui fazendo com que esquecesse de muitas coisas, simples tarefas por assim dizer. Perdia o foco (já sou desfocada, "pesco" de vez em quando e quando isso acontece? Vish, cara, desespero! O_O), perdia o fio da meada.
Não estou dizendo que quero sair da internet e me livrar da civilização. Estou falando que estou querendo diminuir as horas que fico por lá. Hoje em dia, penso que cada vez mais essa ferramenta que nos conecta com o mundo é uma Deep Web disfarçada! Hahahaha, sério mesmo. Desde que ganhei um celular, um pouco mais moderno por assim dizer, adivinha onde estava? Navegando na internet, mesmo que o sinal fosse uma droga (porque pra mim, pelo menos por enquanto, não compensa 3G, 4G, 9875458487441109999G, etc), estava lá esperando alguma imagem carregar (e ansiosa do jeito que sou, batendo o dedão na tela mil vezes pra ver se a imagem carregava mais rápido -q). Resolvi diminuir mais o consumo, já que não faço mais nada além de ver imagens, conversar com algumas poucas pessoas, ler blogs e ficar no Twitter e Instagram e resolvi encher a cabeça com outras coisas. Inclusive, tinha até postado no meu Facebook, quando fiz a propaganda da lojinha de uma amiga minha que estava entrando bem pouco na rede social. Confesso que tenho conseguido, mas lógico que tem uns fatores que me impedem de deletar ou abandonar: valor sentimental (não vou entrar muito nisso) e algumas obrigações (vulgo: faculdade)..

Como disse, diminui o consumo de internet e só estou usando algumas coisas por obrigação mesmo.
Ao contrário do que talvez muitos pensaram, não estou muito afim de ter "vida sociável", pois cada dia noto que a maioria das pessoas estão meio... Idiotas e poucas realmente se salvam. Mas enfim. Estou estou arrumando de novo minha vida, que parece que se bagunça mais e estou tentando também sobreviver com pouco. E ter um pouco de tempo pra mim.

Até a próxima!

segunda-feira, 3 de março de 2014

Sendo de Lua.

imagem by melindaki [http://weheartit.com/melindaki/collections/14848736-witchy-stuff]

Desde criança, a Lua me fascinava. Ela é tão brilhante, bonita, redonda... A medida que fui crescendo, fui pegando cada vez mais admiração por esse corpo celeste. Não sabia os motivos, apenas a achava bela e admirável.

Nesse tempo em que cresci, parei e me observei que dou feita de faces e fases. Uma hora estou feliz, outra triste, outra normal, ou pensativa. Vários fatos de minha vida foram formando o que sou ou que no momento estou sentindo. Parece que agora, a Lua me parece mais bonita, mais admirável... Parece que as pessoas são como a Lua: várias fases, passando por faces... Ou seria faces passando por fases?