quinta-feira, 24 de julho de 2014

Talvez eu deva ser uma metamorfose ambulante mesmo.

Tezukuri and Inspiration - 08

Yahoo! ~

Quanto tempo não escrevo alguma coisinha pra essa tag. Bom, na verdade fiquei meio tentada com algo que me martelou na cabeça uns bons tempos, mas não sabia como me expressar de forma simples e claro possível... MAS ESSE DIA CHEGOU!

Quando falamos de Moda, pensamos automaticamente em roupas. É praticamente inevitável. Desde que entrei na faculdade, esse leque da Moda me ampliou em roupas = comportamento = estilo = visão = olhar = pensamento = filosofia = ... E por aí vai.


Não estou aqui, pelo menos não agora, para falar de nada em específico desse estudo. Vou falar resumidamente da minha pessoa aqui.
O que? Como? Onde? Por quê? Calma, cara! Relaxa. Quando se fala de roupas, de estilo, de comportamento logo penso em pessoas, e acredito que eu seja uma, certo?

Nós temos um recheio muito especial chamado "história" que vamos traçando à medida que vamos crescendo. Não é novidade que a cada ano crescemos, adquirimos mais conhecimento e mudamos de gostos e opiniões praticamente o tempo todo! Não é ruim, não é feio, não é errado, é natural.

Somos naturalmente influenciados pelas coisas que gostamos: uma série, um filme, um game, um desenho, um HQ... Eu mesma estou nessa grande bolha. Lembro que quando tive minha primeira conta no Orkut, era a típica otaku e deixava isso bem claro. Só falava de animes, de filmes de anime, de Japão, de mangás, músicas só de anime, de Japão de novo e falava somente gírias que os otakus usam (o pior é que falava assim até com gente que não era da "bolha") e minhas roupas e acessórios também não negavam. Pode parecer soar como ofensa para muitos, mas esse é o meu passado negro. Com a ajuda da internet e com o passar dos anos, fui deixando de lado essa fase, parti para um mundo muito mais amplo. Ainda curto animes e tudo relacionado ao Japão, mas não me sinto Otaku hoje e por opção minha prefiro não ser chamada assim. Hoje em dia prefiro dizer "não me rotulo, apenas curto e é isso.", mesmo sendo inevitável que muitas pessoas me olhem com cara de "ela é daquele X grupo, anda só com Y pessoas". Ainda tenho minhas camisetas de anime e as uso com orgulho pois eu gosto do que esta estampado nelas, mas também gosto de (muitas) outras coisas, por isso que hoje me recuso a falar "sou isso ou aquilo". O fato de eu ter aberto as portas pra outras coisas me faz pensar que, quando abro meu guarda-roupas vejo que muita coisa mudou e que preciso renovar quase tudo e mais um pouco.

Quem leu meus outros posts, nota que esse ano pra mim é algo de mudanças e que elas são necessárias, não se aplicando somente em matéria de beleza interior, mas como também de beleza exterior. Quero passar que, apesar da minha insegurança, sou uma pessoa legal e "desencanada" pra algumas coisas.

Pode parecer muito estranho ver tudo o que você tem e ainda pensar "Como é que eu usei isso?", mas posso concluir que isso é perfeitamente natural e vai chegar o momento que todos (incluindo eu, claro) vamos passar por isso. Creio que é o meu momento.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Minhas férias super produtivas (-n).

Quanto mais tralhas, melhor (só que não).

Hey! Como vão?
No tédio como sempre (mentira, tô desenhando). Pois bem, passei o mês passado de cara amassada no travesseiro porque tenho uma vida nada bela (oh, really?), mas né, a vida não é só louca e troll meus amigos!

Aproveitando essa vida de férias, aproveitei pra dar uma rapa geral na minha mesa que estava pior que a do Nitori usando a mesa do Rin (ambos de Free!), hahahaha, e deixei-a mais limpa possível (só tenho tralha que ainda não joguei fora ou coloquei em outro lugar), limpei a minha mochila (que aliás, preciso fazer um post assim) e limpei meus lápis e meu estojo de desenho (comprei uma "caneta borracha" e grafites novos).
Fora isso, não tenho feito tantas coisas.

Pra não deixar esse post muito pequeno, deixarei umas fotos autoexplicativas do meu Instagram (mão na roda pra mim, obrigada criador[a] ♥) só porque não gosto de deixar nada muito vazio:



Meus sketchs nada bonitos (hahaha!), mas pra não perder a prática.






Uma foto do começo de Junho da minha mesa (um pouco mais cheia, diria) e enfeitando cadernos antigos.






Exposição da Yayoi Kusama (com as bonitas da Tomoito, Talissa, Dieleine e Naths).
Foi tão lindo gente! Sérião! Não conhecia essa artista. Algo muito mágico que só vendo de perto mesmo. Aproveitem que acho que ainda dá tempo, aqui ó!






Treinando costura (só treinando mesmo, porque, costurar uma roupa mesmo... HUEHUEHUEHUE~) e comecei a tirar as pendências da minha lista de animes. Já terminei Kuroko no Basket (da foto), Kamigami no Asobi e agora tô vendo Sengoku Basara e Free! Eternal Summer.






Fui no Festival do Japão. Desta vez sinto que não aproveitei tanto, pois mesmo no sábado estava tudo cheio. Queria ter ido no domingo também. Mas, achei divertido como sempre, é minha tradição de ir sempre nesse festival.
Comprei algumas coisinhas (1 mangá do Bleach, dois mangás de XXHolic e uma bandeija de onigiris bem saudáveis) e aproveitando aumentar minha coleção de XXXHolic, pois Full Metal Alchemist não estava com desconto na Comix :(




Post comprido mas super rapidinho! Por hoje é só pessoinhas.
Até a próxima ~